Pular para o conteúdo principal

Livros de escritores campistas serão lançados no Festival Doces Palavras

Dez livros de escritores campistas serão lançados durante o Festival Doces Palavras, que será realizado de 23 a 27 deste mês, no Jardim do Liceu. O lançamento dos livros vai acontecer no Espaço Antônio Roberto Cavalcanti (Kapi), uma homenagem ao diretor de teatro, ator, turismólogo e produtor cultural, que faleceu em abril deste ano. O evento vai reunir duas vertentes da cultura campista: o doce e a literatura. 

Na programação do Festival, debates, oficinas, programação infantil, lançamentos de livros, contação de histórias, palestras, poesia, música, exposições e outros. A abertura oficial será no dia 23, às 18h. “A ideia é abrir espaço para novas formas de comunicação literária de nossa região, dentro de um festival que contempla assuntos relacionados aos nossos costumes e modo de viver”, disse o gerente de Literatura da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima (FCJOL), Alcir Alves.

O Festival Doces Palavras é organizado pela Prefeitura, através da Companhia de Desenvolvimento do Município de Campos (Codemca), Associação de Imprensa Campista (AIC), Academia Campista de Letras (ACL), Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima, com o apoio da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf), Câmara Municipal e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), seção Campos.
Fonte: Site Festival Doces Palavras

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tributarista de Campos é o novo assessor de ministro do STF

Carlos Alexandre de Azevedo Campos vai trabalhar com o ministro Marco Aurélio Mello Novo assessor vai dividir seu tempo entre Campos e Brasília Um dos mais brilhantes advogados da cidade, o tributarista Carlos Alexandre de Azevedo Campos, de 40 anos, recebeu convite - e aceitou - para integrar a equipe de assessores do ministro do Supremo Tribunal Federal Marco Aurélio Mello. A indicação do nome dele surgiu entre os próprios assessores de Mello que ficaram impressionados com a qualidade de uma recente resenha do advogado. O aspecto técnico da indicação, considerando somente a bagagem acadêmica de Azevedo Campos o deixou muito feliz: “A escolha do meu nome foi baseada em meus conhecimentos do Direito e não por aspectos políticos. Minha grande alegria é a de ir trabalhar com um ministro que sempre admirei por sua força intelectual”, disse. O novo assessor revelou que já esteve em Brasília para uma conversa com o ministro Marco Aurélio. “Ele gostou da minha indica…

Transporte dos Advogados

Convite: Lançamento de livro