Pular para o conteúdo principal

Comissão da Verdade será instalada em Campos

Fonte: Jornal Folha da Manhã
Wadih entre Guru (dir.) e Bruno Dauaire
(foto de Valmir Oliveira – Folha da Manhã)
Presidente da Comissão da Verdade no Rio de Janeiro, o conselheiro federal da OAB Wadih Damous esteve hoje em Campos para receber uma homenagem da OAB-Campos, no mesmo dia em que a Justiça Federal do Rio de Janeiro, numa decisão histórica, aceitou a denúncia do Ministério Público Federal (MPF) contra os seis suspeitos de serem os responsáveis pelo mal sucedido atentado a bomba no Rio Centro, em 30 de abril de 1981, num show no Dia do Trabalho com artistas engajados pela reabertura democrática, já nos estertores da Ditadura Militar no Brasil (1964/85). Numa coletiva agora há pouco na OAB-Campos, Wadih explicou que o atentado do Rio Centro não se enquadra na Lei da Anistia, já que esta foi promulgada quase dois anos antes, em 28 de agosto de 1979, perdoando todos os crimes políticos cometidos até então pelos grupos de repressão e de guerrilha. Além disso, segundo ele, o atentado do Rio Centro seria enquadrado como crime de lesa-humanidade, portanto imprescritível.

Outra novidade é que a Comissão da Verdade também será instalada em Campos, numa proposta ainda a ser formulada e encaminhada pela OAB local para aprovação da Câmara Municipal. Presidente da OAB-Campos, Carlos Fernando Monteiro Guru deve presidir também a Comissão da Verdade no município, cujo projeto de implantação está sendo coordenado pelo advogado Bruno Dauaire, membro da coordenadoria de Segurança Pública da 12ª Subseção da Ordem. Segundo Wadih adiantou na coletiva, o primeiro trabalho de investigação na Comissão da Verdade em Campos será sobre as denúncias do ex-delegado Cláudio Guerra, do extinto Departamento de Ordem Política e Social(Dops), sobre a suposta queima de corpos de presos políticos na usina Cambaíba. Publicadas no livro “Memória de uma Guerra Suja”, as denúncias foram negadas com veemência por ex-funcionários (aqui) e membros da família a quem pertencia a usina (aqui).

Enquanto no Ministério Público Estadual (MPE) de Campos, o promotor Marcelo Lessa arquivou as denúncias, o procurador Eduardo Santos de Oliveira, do MPF local, deu sequência às investigações. Um esclarecedor documentário sobre o assunto, intitulado “Forró em Cambaíba”, foi dirigido pelo jornalista Vitor Menezes e pode ser assistido gratuitamente aqui. No filme, vários depoimentos são apresentados, inclusive o de Cláudio Guerra, único civil entre os que agora serão julgados pelo atentado do Rio Centro. Ele, assim como os generais reformados Newton Cruz (terceiro colocado na eleição a governador do Rio, em 1994) e Nilton Cerqueira (nomeado secretário estadual de Segurança do Rio, em 1995) , além do coronel reformado Wilson Luiz Machado, vão responder pelos crimes de homicídio doloso tentado (duplamente qualificado por motivo torpe e uso de explosivo), por associação criminosa armada e transporte de explosivo. Já o general reformado Edson Rocha responderá por associação criminosa armada, enquanto o major reformado Divany Barros, por fraude processual.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tributarista de Campos é o novo assessor de ministro do STF

Carlos Alexandre de Azevedo Campos vai trabalhar com o ministro Marco Aurélio Mello Novo assessor vai dividir seu tempo entre Campos e Brasília Um dos mais brilhantes advogados da cidade, o tributarista Carlos Alexandre de Azevedo Campos, de 40 anos, recebeu convite - e aceitou - para integrar a equipe de assessores do ministro do Supremo Tribunal Federal Marco Aurélio Mello. A indicação do nome dele surgiu entre os próprios assessores de Mello que ficaram impressionados com a qualidade de uma recente resenha do advogado. O aspecto técnico da indicação, considerando somente a bagagem acadêmica de Azevedo Campos o deixou muito feliz: “A escolha do meu nome foi baseada em meus conhecimentos do Direito e não por aspectos políticos. Minha grande alegria é a de ir trabalhar com um ministro que sempre admirei por sua força intelectual”, disse. O novo assessor revelou que já esteve em Brasília para uma conversa com o ministro Marco Aurélio. “Ele gostou da minha indica…

Transporte dos Advogados

Convite: Lançamento de livro