Pular para o conteúdo principal

Polícia Civil tem imagens de ladrões que mataram advogado

Assassinos: os dois bandidos mataram o advogado
Paulo Preto, que foi sepultado no Cemitério Campo da Paz 
O corpo do advogado Paulo Cesar Pereira Fernandes, 58 anos, mais conhecido como Paulo Preto, foi sepultado nesta sexta-feira no Cemitério Campo da Paz, no Parque Aurora, em Campos. Ele foi morto com um tiro na última quinta-feira na Avenida 28 de Março.
O delegado titular da 134ª Delegacia Legal, Geraldo Rangel, apresentou para a imprensa as imagens captadas da câmera de uma residência na Rua Marechal Deodoro, que reforçam ainda mais que o advogado foi vítima de um latrocínio. O delegado porém, não descarta a hipótese de um homicídio.
Segundo Rangel, as imagens serão aperfeiçoadas para que a Polícia Civil possa identificar os suspeitos, que aturam em uma motocicleta. No momento do crime, os dois estavam vestidos com blusas da cor verde e apenas o piloto estava com capacete.
O delegado confirmou que o cordão de ouro do advogado foi roubado pelos assaltantes. "Paulo, ao sair da sua casa, foi observado pelos bandidos, que pararam ao lado do advogado quando observaram que ele tinha algo de valor. Na Avenida 28 de março, outras imagens revelam os criminosos emparelhando e abordando a vítima, que se assustou e acelerou o carro. Foram efetuados dois tiros. Um que atingiu a porta do carro e outro o vidro dianteiro, que atingido as costas do advogado", revelou.
Sepultamento - O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil/12ª Subseção, Carlos Monteiro da Silva, informou que "Paulo Preto" era conselheiro da OAB, uma pessoa muito querida e respeitada. Visivelmente emocionado, o ex-presidente da OAB/12ª Subseção, Felipe Estefan, falou que Paulo era um grande homem e profissional. "Só deu alegria para todos nós", afirmou.

Fonte: Jornal O Diário

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tributarista de Campos é o novo assessor de ministro do STF

Carlos Alexandre de Azevedo Campos vai trabalhar com o ministro Marco Aurélio Mello Novo assessor vai dividir seu tempo entre Campos e Brasília Um dos mais brilhantes advogados da cidade, o tributarista Carlos Alexandre de Azevedo Campos, de 40 anos, recebeu convite - e aceitou - para integrar a equipe de assessores do ministro do Supremo Tribunal Federal Marco Aurélio Mello. A indicação do nome dele surgiu entre os próprios assessores de Mello que ficaram impressionados com a qualidade de uma recente resenha do advogado. O aspecto técnico da indicação, considerando somente a bagagem acadêmica de Azevedo Campos o deixou muito feliz: “A escolha do meu nome foi baseada em meus conhecimentos do Direito e não por aspectos políticos. Minha grande alegria é a de ir trabalhar com um ministro que sempre admirei por sua força intelectual”, disse. O novo assessor revelou que já esteve em Brasília para uma conversa com o ministro Marco Aurélio. “Ele gostou da minha indica…

Transporte dos Advogados

Convite: Lançamento de livro